25 de fev de 2012

Purê de batatas com bife ao molho

Olá blogosfera!

Vamos entrar no fim de semana com uma comidinha bem leve?

Que tal este purê?

Cozinhe as batatas e depois passe pelo espremedor.
Aqueça uma panela, coloque uma colher (sopa) de margarina, adicione as batatas espremidas, tempere.
coloque meia caixa de creme de leite e meio copo de leite. Misture. Tem que ficar cremoso.

Pronto!

Faça a carne em bife bem macia, acrescente cebola picada, pimentão picado e molho de tomate.



Sirva acompanhado de salada.

Simples e gostoso!

Marina

24 de fev de 2012

Lasanha de carne, mussarela e presunto

Olá blogosfera,


Terei que caminhar bastante pois estes dias eu tirei para cozinhar!

Não faço sempre lasanha, pois não gosto de fazê-la pequena, e aqui em casa somos somente 3 e não dá prá desperdiçar.
 
Não sei cozinhar pouca comida.

Talvez seja um defeito. Ou qualidade! Depende do ponto de vista! rs


 Ingredientes:

Cozinhe o pacote de macarrão para lasanha e reserve.

Faça um molho branco e reserve.

Faça o molho de carne moída e reserve.

500 gramas de presunto

500 gramas de mussarela

Modo de preparo:

Coloque no fundo do pirex uma concha de molho branco, depois coloque o macarrão lado a lado.
Uma camada de molho de carne moída,
Uma camada de presunto,
Uma camada de mussarela,
continue assim até o final.
Prestando atenção para deixar bastante mussarela na última camada, para assar e dourar.




Molho Branco:

Ingredientes:  

2 colheres (sopa) de manteiga 
1 colher e meia (sopa) de farinha de trigo 
meio litro de leite quente 
1 lata de creme de leite 
1 colher (chá) de sal
Modo de preparo:
Em uma panela funda, aqueça a manteiga em fogo baixo. Quando começar a derreter, junte a farinha de trigo e deixe dourar, mexendo sempre. Quando adquirir a consistência de massa, coloque o leite  aos poucos, misturando vigorosamente. Adicione o creme de leite e o sal e misture bem. Aqueça sem deixar ferver.
 
vídeo fonte: http://www.nestle.com.br/site/cozinha/aprendendo/video-aulas/Molho_Branco.aspx

Eu prefiro não ter acompanhamento para este prato, mas pode-se comer com salada.

Bom apetite!



Marina

23 de fev de 2012

Espetinhos de frango e bacon

Olá Blogosfera,



Sabe à noite quando você não quer ir prá cozinha ficar horas lá, mas também quer comer algo saboroso?
Então, faça este prato. Garanto que não vai te decepcionar.

Este particularmente eu amo! Adoro bacon!

E frango e bacon juntos tem um sabor maravilhoso.

É muito simples e fácil de fazer:

Corte o peito de frango em cubos e tempere bem.
O bacon também corte em cubos.
Agora basta montar os espetinhos em palitinhos de madeira.
Desta vez eu fiz no grill, mas pode variar empanando os espetinhos e fritando.
Fica delicioso também.

Sirva com salada de alface e tomate.
Não se esqueça da cebolinha!
É isso aí, espero que gostem.

Simples e gostoso.

Marina

22 de fev de 2012

Cortina da janela da minha cozinha- parte 2

Olá blogosfera!

Espero que todos tenham tido um excelente carnaval, seja viajando, ou em casa, ou até mesmo trabalhando!

É... nem todos tem folgas em feriados.

Não se esqueçam de ler a dica para pós carnaval: É muito útil...

http://vidasimplesefelizpormarina.blogspot.com/2012/02/carnaval-2012.html

Mas mudando de assunto....


Gostei tanto de costurar minha primeira cortina, que corri para comprar mais tecidos e fazer a segunda.
Esta é azulzinha, leve, clarinha...






















Espero que gostem também. Sempre gostei de me aventurar na costura, mas acabei de entrar em um curso de corte e costura, para melhorar e aprender tudo que for possível.
Muitas costuras virão pela frente!!!

Simples e feliz!

Marina

17 de fev de 2012

Carnaval 2012

Olá, blogosfera!

O carnaval está começando, tomara que o sol esquente bastante e nada de chuva!

Vai prá praia? Vai pro clube? Vai ter piscina e churrasco em casa?? Todas as opções valem a pena.

Se você gosta de tomar cerveja, caipirinha ou outras bebidas e depois fica se culpando porque dá barriga,
não se preocupe.
Veja abaixo quanto tempo você vai precisar na caminhada para perder a barriguinha do carnaval.




1 lata de cerveja = 154 Calorias
Caminhada: 30 minutos*
Ciclismo: 40 minutos
Corrida: 20 minutos




 1 copo de caipirinha = 300 calorias
Caminhada: 1 hora
Ciclismo: 1h20
Corrida: 36 minutos





1 copo de 200 ml de caipisakê = 325 calorias
Caminhada: 1h10
Ciclismo: 1h30
Corrida: 40 minutos











 

1 copo de vodca com energético = 202 calorias
Caminhada: 42 minutos
Ciclismo: 52 minutos
Corrida: 25 minutos

*Tempos aproximados, levando em consideração uma mulher de 60 quilos.

 fonte:
 http://corpoacorpo.uol.com.br/dieta/como-queimar-as-calorias-das-bebibas/1914

 



E então ninguém poderá dizer que você não fez a sua parte.
Curta o carnaval. Se beber não dirija, se quiser beber faça churrasco em casa, e depois caminhe bastante, sua consciência ficará tranquila.

Simples e feliz.
Marina

16 de fev de 2012

Fim do horário de verão

Fiquem de olho!




O horário de verão deste ano termina as 0 horas do dia 26 de fevereiro(26/02).
Em função do carnaval, o horário vai acabar mais tarde.
Mas até que enfim.
Tudo isso para economizar em torno de 4,5%, é fogo!
No ano passado a média ficou abaixo do esperado.
Bem que podiam acabar com o horário de verão!


Lembrem-se: dia 26 vamos atrasar nosso relógio 1 hora! Oba!
Marina

15 de fev de 2012

Enfeites de casa

Achei estas fofurinhas em uma loja aqui no centro de Betim.



 Achei tão delicados e simples que não podia deixar de trazê-los comigo.


Este ovinho é um mimo de enfeite.
Alegra qualquer ambiente.
Mas não sei sobre seu local de origem e tradição.
Procurei na net e não encontrei nada sólido sobre ele...






  
Já este  vasinho me lembra aqueles vasos  japoneses magníficos.
Sou uma apaixonada pela decoração japonesa tradicional.

Gosto de comprar um enfeitinho ou outro, mas não gosto de casa entulhada de móveis e enfeites.
Penso sempre que quanto menos mais.
Estou lendo sobre MINIMALISMO.
Acho que o modo de viver deve se encaixar nisto.

Simples e feliz.

Marina 


14 de fev de 2012

Bolo de aniversário



Hoje é aniversário da minha cunhada, porém comemoramos no sábado, dia em que todos podíamos estar presentes. Resolvi fazer um bolo para ela. 
Uma vez que faço todos os bolos daqui de aniversário daqui de casa. Antes eu comprava, mas o prazer de fazer do nosso jeito dá um sabor diferente.
Assei dois bolos separados, abri cada um ao meio e recheei com creme de limão, e para juntar um bolo ao outro coloquei chantilly de chocolate de caixinha mesmo. E pra ficar bem molhadinho salpiquei por cima das camadas de bolo leite de coco.
O desenho externo não fica perfeitinho como os profissionais fazem, mas ficam muito mais saborosos.
Com amor, tudo é mais saboroso.
Espero que gostem.
Simples e delicioso!
Marina

9 de fev de 2012

Café com chantily

É isto mesmo café com chantily. Delicioso.

Fiz atendendo a pedido do meu pequenino que sempre que ia ao shopping me pedia para comprar para ele. Então comprei um sachê de capuccino, uma caixinha de chantily e pronto.





O capuccino você faz com leite, prá ficar bem cremoso.










Já a caixinha de chantily você compra em qualquer supermercado, coloca no freezer e tira um pouco antes de congelar, bate na batedeira até ficar bem durinho.






Aí é só saborear, adorei.
Quente e frio juntos!
Cheiro e sabor perfeitos!













Simples e gostoso.




Marina

8 de fev de 2012

Wando 1945-2012


Chora, coração, chora coração, passarinho na gaiola, feito gente na prisão...


É vai deixar saudades. O cantor Wando morreu às 8 horas dessa manhã aos 66 anos, uma pena ele não ter conseguido se recuperar.
Música bonita, romântica. Tenho muito pesar, pois as músicas românticas estão acabando.


Sem contar a história com as calcinhas, que ao longo dos anos se tornou sua marca registrada.










Marina

6 de fev de 2012

Dove, eu recomendo

 Gente, sempre que possível quero recomendar a vocês um produto. Digo isto porque há alguns meses, comprei um sabonete liquido da Dove, e achei o cheiro e a espessura ruim, liguei então para o atendimento ao consumidor, e fui super bem atendida, o que é raro nestes casos. Em uma semana a Dove além de recolher o produto deixou outro de minha escolha.

Bom termina aí.


Porém, recebo a 2 dias, via pac, correios, uma embalagem lindinha da Dove, com o novo sabonete líquido dentro.






Segundo a carta através de  opiniões  como a  minha o produto foi alterado para melhor e como agradecimento estão enviando este novo, de primeira mao para conhecer.





Não precisa nem falar que já experimentei e adorei. Perfume, expessura, super cremoso, muito bom.


E não pára por aí. Costumo pedir amostras grátis em sites, e a amostra gratis do shampoo e condicionador da Dove, são excelentes, o produto também é delicioso, os cabelos aprovam.



Comprei o shampoo e condicionador e não me arrependi.








 Recomendo ainda o desodorante rool-on, que também tem um suave perfume, e não mela. Eu usava a mesma marca de rool-on há 15 anos, era embalagem de vidro, ao mudar para plástico o produto caiu a qualidade não sei porque, liguei para a empresa e fui mal atendida, resolvi então mudar para Dove.

Espero que a dove continue assim. Não são todas as empresas que prezam o consumidor.









Vamos ver se teremos mais marcas valendo a pena serem postas no blog.


Marina

4 de fev de 2012

PRAIA DO MORRO

Após várias visitas a postagem sobre a Praia do Morro, em Guarapari/ES, estou aqui, novamente a falar desta cidade, simples, bonita e completa.










Se você pensa em ir pra praia e não quer gastar muito é pra lá que deve ir, após a renovação da orla, a praia ficou ainda mais bela, e a cidade está se valorizando, os aluguéis dos apartamentos, que são vários, estavam na média de R$ 65,00 depois da reforma você dificilmente achará por menos de R$ 70,00 diária.








Você não precisa comprar pacote turístico para ir para ela, basta entrar no carro, ou no ônibus na rodoviária, ao chegar lá, você encontra muitos apartamentos alugando, particulares e de imobiliárias, basta dar uma caminhada que você encontrará um dentro do que você precisa.








A cidade demorou a se desenvolver, mas agora, estão chegando várias empresas grandes para nela se instalar.

 

 
 



Só espero que ela não perca a simplicidade de sempre.
Espero que gostem,
Marina

1 de fev de 2012

Vida simples e feliz sim!

Sempre pensei que na vida prá ser feliz menos sempre é mais.
O exagero, o luxo, o fato de ter muito dinheiro, a extravagância, nada disso é ser feliz.
Viver uma vida com medo.
Medo de ser roubada, medo de ser sequestrada, medo das amizades só por interesse, medo do amor ser por interesse.
Poxa, que vida é essa?
Não se pode ser feliz, tomando um picolé na sorveteria?
Não se pode ser feliz tendo um carro que te leve prá todos os lugares, mesmo se ele não for o do ano?
Não se pode ser feliz fazendo um almoço com os mais próximos e contando histórias engraçadas?

Estou postando aqui, uma matéria que fala justamente, sobre a simplicidade, a liberdade, a alegria das pequenas coisas. Vou deixar o link para a matéria completa, pois estou resumindo aqui, o que pra mim são os pontos principais.

  http://revistacasaejardim.globo.com/Revista/Common/0,,EMI287381-16802,00.html



Ainda bem que existem pessoas no mundo com estes mesmos pensamentos, senão seríamos a raça mais infeliz da terra.


Confira 10 segredos para ter uma casa feliz

Valorizar o simples, o cotidiano, a luz que invade a sua mesa na primeira hora do dia, as plantas que brotam inesperadamente. Enxergar os detalhes que cercam o seu lar pode ser a fórmula para ser feliz agora

Texto Carolina Nogueira/ Revista Casa e Jardim
Aos 61 anos, 20 deles dedicados a estudar comportamento de consumo em vários países, Li é conhecida como a maior autoridade em previsão de tendências do mundo. De seus escritórios em Nova York, Paris e Tóquio, ela antecipa para clientes como Nissan, Lacoste e Coca-Cola quais serão os nossos próximos desejos. Não só na estação seguinte, mas na próxima década. “As pessoas falam como se eu fosse uma mística, uma adivinha. No entanto, tudo o que faço é prestar atenção no mundo”, diz ela. 

 O resultado de suas análises é editado em catálogos exclusivos para seus clientes e na revista semestral Bloom – em que, ao contrário do que se possa imaginar, não se encontram projetos, paletas de cores nem tendências batizadas com algum nome criativo. Nada disso. São cadernos de inspiração, de convite à criação, à reflexão sobre nossos desejos profundos, instintivos, que normalmente acabam soterrados pela correria da vida. São conceitos abstratos e imagens etéreas que servem como excelente ponto de partida para a concepção de todo tipo de produção – inclusive dos seus projetos de construção e reformas.

Numa tarde nublada do outono parisiense, Li apresentou alguns desses conceitos, dessas vontades que ela batiza de “culturais”. 


 
2. O cuidado dos outros
Talvez você já tenha presenciado a cena de um reencontro de pessoas queridas em um aeroporto e, mesmo sem conhecer os envolvidos, tomado aquela alegria como sua. A explicação para esse sentimento: você faz parte da grande família dos homens. Cada vez que um idoso segurar um bebê no colo ou você tocar a barriga de uma mulher grávida, ou que a mão calejada de um homem segurar delicadamente a de um menino, você vai fixar essa cena em sua mente. Pense na sua família, nos seus amigos, na necessidade que cada ser carrega de trocar experiências e de entrar em contato. Não negligencie a conexão íntima, rústica, que não passa pela palavra. Valorize a simplicidade da amizade entre todos os espíritos – até mesmo com seu cachorro, com um gatinho de rua. Apaixone-se pelo ciclo da vida e compartilhe com o outro a essência desse modo de viver. 

 3. A beleza do inacabado

Há milênios, os japoneses cultivam uma estética baseada na aceitação da transcendência e do eternamente inacabado. Concebida como a beleza do imperfeito, do impermanente e do incompleto, a filosofia wabi-sabi se expressa no ritual do chá, nos arranjos de ikebana, no exercício interminável de manter um jardim feito de pedrinhas e areia, na qual você desenha e redesenha com a ajuda de um ancinho. Mais do que o resultado final, é o ritual que importa. Amar o inacabado é aceitar que viver não se trata de atingir um objetivo – que, no fundo, a gente nunca chega lá. O que importa é o caminho. Celebre o assimétrico, o instável. Ninguém precisa recuperar o jardim zen que teve um dia para entrar em contato com essa filosofia. O desafio é construir seu jardim zen interno, espiritual. Encontrar o seu ritual eternamente inacabado, que não tenha nenhum objetivo maior a não ser fazer você feliz.

 4. A ordem das coisas

Você já percebeu como nossas casas estão cada vez menores? Mas pense bem: por que isso é ruim? Em menos cômodos há mais convivência. Estamos mais perto de quem amamos. Não é uma questão de espaço, mas de organização. Em uma casa menor, só cabe o que importa – então livre-se de tudo o que entulha a vida. Delete o supérfluo. Arquive as memórias. Seus móveis precisam servir para alguma coisa: tenha estantes, use gavetas, crie caixas. Ouse reciclar, acolha os materiais baratos – pense em papel kraft, em caixas de feira, em nichos de madeira. Nutra o hábito de classificar o essencial. Faça da organização um ritual de purificação – não uma penitência. Resuma. E, sobretudo, permita o vazio e o celebre. Ele é um convite à criação.



  
7. O sentimento de liberdade

Vivemos uma era nômade, sonhamos com evasão. Queremos ter raízes – mas precisamos poder nos livrar delas de vez em quando. A mobilidade tornou-se uma urgência. Poder mudar permanentemente sua casa de lugar tornou- se o idílio do nosso tempo. “Nas minhas férias, conheci um jovem que viajava por uma rota de praias em seu coupé conversível, luxuoso”, conta Li. “A cada dia ele chegava a uma cidade diferente e instalava ao lado do carro uma minúscula tenda de camping para uma única pessoa, onde passava as noites. No contraste de seu belo carro com esse estilo de vida de uma simplicidade fundamental, extrema, eu vi o sonho contemporâneo de liberdade.” O verdadeiro luxo de hoje em dia é poder ser livre. Dormir numa rede. Não seguir a moda. Desenvolver uma relação mais profunda com os objetos que estão em seu entorno, buscar o essencial. Ter uma vida portátil.




9. A alegria do lar

No fundo, a ideia é esta: a sensação que você tem quando volta de uma longa e cansativa viagem. Você deita na sua cama, encosta a cabeça no travesseiro, coloca sua música preferida para tocar, fecha os olhos e constata: “enfim, em casa”. Ao seu redor estão seus livros favoritos. Seus quadros favoritos. Suas comidas favoritas. Suas pessoas favoritas. Você vai andar de pijama. Vai beber leite. Vai cozinhar. Vai dormir debaixo de camadas e mais camadas do lençol mais macio que tiver. E vai almoçar no chão da sala – se decidir assim. Pense nos seus sonhos de criança, quando tudo o que você queria era morar numa cabana na árvore. O que você levaria para lá? Seu brinquedo preferido, sua comida preferida, seu amigo preferido – e não muito além. É disso que se trata ter uma casa, um refúgio no qual você se reconheça em todos os objetos e móveis.



É isso.
Espero que muitos assim como eu, tenham estes pensamentos como prioridade em nossas vidas, isto é a felicidade em forma bruta!


Topo da Página ↑